top of page
Buscar
  • ETECHN

Evento técnico de Redes Industriais em Caxias do Sul superou expectativa de público

A indústria 4.0 já é realidade no Brasil ou estamos muito longe deste cenário?

Caxias do sul foi escolhida para sediar uma edição do ETECHN por ser considerada o segundo polo metalmecânico do Brasil, atrás apenas de São Paulo. Além disso, de acordo com o Instituto Aço Brasil, o setor metalmecânico da cidade consome 3% de todo aço produzido no país. Esse consumo corresponde a 60% do total consumido pela indústria no estado gaúcho.


O evento técnico de Redes Industriais realizado no dia 17 de agosto de 2023, trouxe a apresentação de diversas tecnologias e estudos de casos sobre o assunto.


A empresa Smar foi a primeira a se apresentar, através do Sr. Octávio Paschoal, que falou sobre “Redes Industriais – do conservadorismo analógico ao presente digital”. O mercado de automação de sistemas é conservador, pois sempre é buscada a garantia do funcionamento de um sistema, com qualidade, disponibilidade e confiabilidade. Desta maneira, o mundo analógico do 4~20 mA ainda é muito encontrado na maioria das plantas onde controle de processos é utilizado. No entanto, os protocolos digitais já estão maduros e provados suficientemente de modo a levar o combo controle/automação/gerenciamento à um nível mais alto de quantidade de dados e otimização de infra estruturas. Esta apresentação mostrou cases de sucesso com protocolos digitais e os desenvolvimentos atuais sobre o tema.


A Westcon trouxe o tema “A importância do monitoramento contínuo em redes industriais no cenário da Indústria 4.0” com o Sr. Alexandre Oliveira. As redes de comunicação de dados desempenham um papel fundamental no cenário da Indústria 4.0. Por essa razão, as redes industriais demandam um olhar mais criterioso e cuidadoso, pois a produtividade e lucratividade das plantas depende muito delas. Nesta palestra foi discutido a relevância das redes industriais como ativos e apresentaremos dois cases de grandes empresas que instalaram sistemas de monitoramento contínuo e diagnóstico online para garantir a confiabilidade e funcionalidade de seus sistemas de automação.


O Sr. Fernando Corso da Weg abordou o tema “Conectividade entre diferentes redes industriais”. As plantas industriais com diversas fontes de dados e redes de comunicação trazem consigo muitos desafios para conectividade entre sistemas. Novas tecnologias para indústria 4.0 e sistemas agnósticos com funções de Gateway, IoT e Edge viabilizam a digitalização do chão de fábrica, transformando dados em informação.


A empresa Balluff trouxe o tema “Máquinas Inteligentes – IIoT, Coletas de Dados e Redes Industriais” com o Sr. Lucas Lopes. Através de casos reais e práticos, foram mostrados como essas tecnologias podem transformar a indústria, tornando-a mais eficiente, produtiva e lucrativa. Esta palestra abordou os principais desafios enfrentados pelos departamentos industriais, trazendo soluções específicas para cada área, destacando como as Redes Industriais 4.0 podem impulsionar o desempenho e otimizar os processos em todos os níveis.


A SKA falou sobre "Além de Tecnologias – o digital transforma o físico", com o Sr. Vinicius Oliveira .Através de estudos de casos, foi possível entender na prática como a virtualização elevou o nível de qualidade e produtividade das indústrias. O objetivo foi mostrar como esta transformação deve estar alinhada com a estratégia e o crescimento das empresas, para que não falhe nas fases iniciais que, de fato, são as mais importantes pelo ponto de vista estratégico, onde há a adoção e engajamento da companhia. Conectando assim pessoas, processos e tecnologias.


A empresa Asus IOT. Falou sobre "Os benefícios da computação em borda para redes industriais" com o Sr. Danilo Santana. A palestra destacou como a computação em borda otimiza os processos industriais, melhora a segurança e oferece insights valiosos em tempo real.


O tema "Redes Ópticas para Conectividade Industrial no Contexto da Indústria 4.0” foi apresentado pelo Sr. Cleiton Santos da empresa Furukawa Electric. A apresentação abordou um novo conceito de infraestrutura de rede óptica voltado às indústrias para conectividade de equipamentos em ambientes críticos, os quais estão sujeitos a interferências eletromagnéticas, limitação de distância e espaço, entre outras dificuldades.


A empresa Baumier trouxe o tema "Disponibilidade da Rede na Infraestrutura Industrial", com o Sr. Kauê Martin da empresa BAUMIER. Dentre os pontos críticos de um sistema de controle industrial, a disponibilidade da rede é sem dúvida, um dos que precisam de maior atenção e cuidados. A escolha cuidadosa dos elementos de rede, da topologia e dos protocolos de redundância atuantes, desempenha um papel crucial neste aspecto. Esta decisão influencia diretamente a confiabilidade da rede, garantindo o funcionamento contínuo e eficiente dos sistemas industriais.


A Siemens fechou o evento o tema "O papel das redes industriais na convergência digital de IT/OT” através do Sr. Márcio Santos. A integração entre os ambientes de IT (Information Technology) e OT (Operational Technology) é a pedra fundamental nos projetos de digitalização e transformação digital das indústrias de manufatura e processo. Você já se perguntou qual é o papel das redes de OT no ecossistema de convergência digital? Como as redes industriais se integram com as tecnologias de IT e OT disponíveis atualmente e aquelas que estão por vir? Nessa palestra foram abordados os principais pontos sobre a integração das redes e sistemas de IT e OT, bem como o papel das redes industriais em conjunto com sistemas de Governança de Redes, CyberSecurity, redes Ethernet TSN e APL, 5G e WiFi6, protocolos OPCUA e MQTT e muito mais.


Logo após as palestras, foi realizado um debate técnico entre os palestrantes e visitantes das indústrias da região.


Serviços

Realização do evento: 17/08/2023

Horário: Das 08h00 às 16h00

Local: CIC – Caxias do Sul/RS